Posts

7 pecados capitais no Marketing Digital

Fuja dos erros e acerte nas estratégias de venda online

13.10.21 - 12H23 Por camillalima
É muito comum ver empresas muito focadas na criação do conteúdo online e nos processos de venda ao mesmo tempo em que ignoram suas métricas.

Uma das premissas que nasceram com as startups americanas e que norteiam esse tipo de negócio é: “errar rápido para corrigir rápido e aprender muito com isso”. E essa ideia pode servir para pensar qualquer estratégia de negócio, independente do segmento. Mas nas redes sociais, erros sucessivos podem acabar gerando prejuízo.

Isso por que para os os negócios não adianta ter likes e muitos seguidores, se isso não estiver se convertendo em vendas. Por lá, é preciso driblar os erros e apostar numa postura mais assertiva para atrair, encantar e manter clientes. O especialista em Marketing Digital e facilitador do curso “Transformação Digital para Micro e Pequenas Empresas”Luciano Farias, elencou os 7 pecados capitais do Marketing Digital que os empreendedores mais cometem. O objetivo é ajudar você a fugir dos erros e investir nos acertos, sem precisar rezar muito por isso.

1 – Construir uma estratégia de marketing digital na terra dos outros.
Embora redes sociais como Facebook, Instagram, TikTok e YouTube deem visibilidade de seu negócio a bilhões de pessoas é extremamente perigoso concentrar todas suas estratégias apenas nessas plataformas. A razão é simples, quem define as regras nesses ambientes não é você e isso faz com que sua empresa esteja vulnerável às mudanças de regras dentro dessas plataformas e ocasionalmente possa ser (bastante) prejudicado com alguma delas. Ao invés disso construa ativos de mídia onde você tenha controle, como seu site e listas de e-mail, etc e dessa forma você ficará menos vulnerável a fatores externos. Aproveite as redes sociais para direcionar as pessoas para esses locais, ganhe sua confiança e venda mais.


2 – Não entender para quem vai vender
Esse seja talvez o erro mais cometido no início de qualquer negócio (seja online ou offline). Criar um produto ou serviço apenas baseado no que você acha que o seu mercado quer é perigoso. Entender o que seu futuro cliente quer é o primeiro passo para um negócio de sucesso. Para isso devemos nos tornar excelentes ouvintes e escutar as verdadeiras necessidades de nossos clientes. Uma das formas mais práticas de fazer isso é criando “Personas”. Elas são, geralmente, uma representação fictícia de seu cliente ideal. Ao criar personas para seu negócio você conseguirá uma imagem clara de quem você está querendo vender e isso irá tornar muito mais fácil todo o processo de venda e aquisição de novos clientes. Felizmente você pode criar facilmente personas utilizando ferramentas online gratuitas.

3 – Tentar vender na hora errada (muito cedo)
O jogo das vendas online tem um nome: Atenção. E a única forma de conseguir isso é mostrar que somos capazes de resolver os problemas das pessoas. Para isso precisamos utilizar uma estratégia que seja capaz de atrair as pessoas e ser capaz de fazer uma oferta na hora certa. Infelizmente somos impactados toda hora com alguém tentando simplesmente vender sem ao menos tentar entender nossas verdadeiras necessidades. É como se as pessoas quisessem se casar já no primeiro encontro. Isso parece meio estranho quando pensamos nos relacionamentos pessoais, mas infelizmente é extremamente comum nos relacionamentos profissionais. Portanto não caia na tentação de simplesmente querer vender… vender… e vender… Preocupe-se realmente em produzir também conteúdos que fortaleçam o seu relacionamento com seus futuros clientes. Ao provar que você pode ajudá-lo estará dando um grande passo para ganhar sua atenção e confiança.


4 – Não capturar leads
Leads são basicamente seus potenciais clientes e são geralmente representados por um e-mail, telefone, contato WhatsApp, etc. Cada lead representa uma oportunidade de negócio. Se você não coleta leads hoje irá se arrepender daqui a um ano. Leads são uma peça chave para transformar pessoas totalmente desconhecidas em clientes fiéis. Ao capturar um lead você passa a criar uma base com todas as pessoas que, por exemplo, se interessam por seus produtos ou serviços, e dessa forma pode entender melhor essa audiência e criar ofertas mais específicas. Para coletar leads de qualidade você deverá criar conteúdos de qualidade (focados em sua(s) persona(s)) e oferecê-los gratuitamente em troca de uma informação de contato. A partir dessas listas você conseguirá entender melhor essas pessoas e será capaz de gerar mais vendas investindo bem menos.

5 – Não investir em tráfego pago (anúncios online)
As vendas são o oxigênio para qualquer negócio e nesse quesito o marketing digital desempenha um papel fundamental, seja na geração de conhecimento da marca, promoção de um produto ou serviço e obviamente no aumento das vendas. As vantagens de anunciar online não deixam dúvidas sobre sua importância. Com ele você pode segmentar o público-alvo de suas campanhas facilmente, assim você escolhe exatamente para quem você quer anunciar evitando gastos desnecessários. Outra vantagem é o controle de investimentos em anúncios online, dessa forma você pode começar a anunciar com pouca verba e pausar e iniciar suas campanhas na hora que quiser. Outra grande vantagem é a mensuração de resultados praticamente em tempo real. Dessa forma é possível saber se suas campanhas estão online estão alcançando os resultados esperados ou não. Se seu negócio ainda não está criando campanhas de marketing online você possivelmente está perdendo tempo e dinheiro.


6 – Não focar em soluções e apenas em produtos
Um erro bastante comum é ver empresas investindo pesado em seus esforços de marketing apenas em seus produtos. Empresas de sucesso estão muito mais focadas nos mercados que elas atendem. Um produto não é capaz de criar um negócio duradouro. Identifique um mercado, descubra como resolver seus problemas mais latentes e finalmente crie produtos ou serviços que solucionem essas questões. Uma das formas mais práticas de fazer isso é criar conteúdos gratuitos (vídeos, e-books, tutoriais) que ajudem realmente as pessoas resolver alguns de seus problemas e naturalmente elas acabam buscando por suas soluções pagas.


7 – Não entender suas métricas
É muito comum ver empresas muito focadas na criação do conteúdo online e nos processos de venda ao mesmo tempo em que ignoram suas métricas. De que adianta vender uma camisa online se o custo por venda está acima de sua margem de lucro desejada. Isso pode criar uma situação extremamente perigosa. O custo de aquisição de clientes é uma das métricas mais importantes no mundo online. É através dele que eu sei que minhas campanhas estão dando resultado ou não. Basicamente o custo por aquisição é o valor que eu gasto para adquirir um único cliente. Geralmente esse custo envolve os investimentos em anúncios. Por exemplo, suponha que você venda um produto online por R$ 100 e gaste em média R$ 20 para conseguir realizar uma venda esse seria seu CPA (custo por aquisição). Você precisa entender qual o valor máximo que está disposto a gastar em cada venda e dessa forma ser capaz de escalar suas vendas e ganhar muito mais.

Quer se aprofundar e aprender de vez como dominar essa e outras estratégias para aplicar no seu negócio? Não perca a oportunidade e inscreva-se agora no curso GRATUITO “Transformação Digital para micro e pequenas empresas”. Em formato de ensino à distância (EAD), o curso, idealizado pela Fundação Demócrito Rocha, com o apoio da Universidade Federal do Ceará, tem como objetivo promover o debate, a qualificação e o aperfeiçoamento de profissionais, empreendedores e pequenas empresas que querem desenvolver novos negócios ou incorporar as soluções digitais nas estratégia do seu negócio.


Para acompanhar tudo sobre o universo do empreendedorismo acesse MOVIMENTO EMPREENDER e tenha acesso a um universo de possibilidades.

Notícias Relacionadas